A importância da parceria entre pais e escola para um bom rendimento escolar dos filhos

Escola em Movimento > Blog > Arquivo Aplicativo Escolar > A importância da parceria entre pais e escola para um bom rendimento escolar dos filhos

A importância da parceria entre pais e escola para um bom rendimento escolar dos filhos

Posted by: admin
Category: Arquivo Aplicativo Escolar

Se por um lado a escola sozinha não é suficiente para garantir um bom rendimento escolar dos educandos, por outro os pais sozinhos também não conseguem oferecer educação integral para crianças e adolescentes.

Pais e escola na verdade devem formar uma equipe que trabalhe com base na colaboração e compartilhamento. Agindo em parceria, desenvolvendo ações sinérgicas que sejam verdadeiramente capazes de melhorar o rendimento dos estudantes.

Diversos estudos já comprovam que uma boa relação entre pais e escola favorece muito o aprendizado. Neste post, citamos o artigo “Os pais e a aprendizagem dos filhos” de Sam Redding, da Academia Internacional da Educação, da Unesco.

Veja a seguir algumas boas razões para fazer dessa parceria uma realidade no processo de ensino-aprendizagem na sua escola ainda em 2019!

Pais participativos geram melhores resultados do que pais ausentes

Quando os pais participam ativamente da vida de seus filhos e se engajam, inclusive, no cotidiano escolar da criança, a tendência é que os alunos se dediquem e se esforcem mais, por se sentirem amados e apoiados.

O pai que procura saber sobre a relação dos filhos com os professores, comportamento em sala de aula, notas e dificuldades nas matérias normalmente está disposto a ajudar o professor a vencer os desafios em sala de aula, adotando medidas complementares em casa. Isso, inevitavelmente, promove uma melhora no desempenho do aluno.

Com o passar do tempo as instituições vêm sendo mais pressionadas a terem melhores resultados. Como fruto dessa necessidade, as influências externas vêm também sendo intensificadas.

Por isso, a escola que tem uma boa comunicação com os pais, deve procurar educá-los, para que entendam bem como o papel deles é imprescindível no processo de aprendizagem.

Para a boa relação entre pais e filhos, alguns pontos são bem importantes, confira:

  • Conversas diárias sobre acontecimentos do cotidiano.
  • Expressões de afeto.
  • Comentários em família sobre livros, notícias de jornal, revistas, programas de televisão.
  • Visitas em família a bibliotecas, museus, jardins zoológicos, lugares históricos, atividades culturais.
  • Estímulos para utilizar novas palavras e ampliar o vocabulário.

É importante que a família busque estimular bons hábitos:

  • Estabelecer um tempo para estudo em casa.
  • Rotinas diárias que incluem tempo para comer, dormir, brincar, trabalhar, estudar e ler.
  • Ter um lugar tranquilo para os estudos.
  • Interesse da família em hobbies, jogos e atividades com valor educativo.
  • Priorizar à leitura a outras atividades como ver televisão, redes sociais e videogame.
  • Preocupação com o uso correto da linguagem.
  • Conhecimento dos pais sobre o progresso dos filhos na escola.

A eficácia do professor aumenta quando a criança já chega à escola com bons hábitos. As crianças aprendem melhor com esses estímulos vindos da família. Isso independente do nível socioeconômico da família.

Veja também: Como usar a agenda digital para fortalecer a parceria com os pais?

Como fortalecer a parceria entre pais e escola?

Com a evolução da tecnologia, hoje as escolas têm condições de terem um relacionamento mais próximo aos responsáveis. Usando um aplicativo escolar, por exemplo, a comunicação pode ser contínua e ter dois fluxos. Tanto a escola pode se comunicar com os pais, envolvendo diferentes colaboradores, como professores, coordenadores, gestor e etc. Como os responsáveis também podem enviar mensagens aos diferentes setores da instituição.

Como a qualidade de informação pode ser aprimorada com as facilidades trazidas pela tecnologia, fica mais fácil para os pais conversarem com seus filhos sobre conteúdos discutidos na escola.

Exemplo, o pai que recebe um álbum de fotos no app de uma apresentação sobre a história do Brasil, e então, quando chega em casa, pode discutir isso com o seu filho. Os alunos têm melhor desempenho quando percebe que o que vê na escola tem importância para os pais.

Com o ganho na comunicação – que ocorre quando as escolas compartilham conteúdos relevantes com os pais – os pais podem ser mais participativos. Afinal, todos saem ganhando com a parceria.

Procure conhecer também o perfil dos pais e entender o nível de engajamento que já possuem com a instituição. Neste Ebook, você tem uma lista de questionários que pode realizar com os responsáveis para medir e avaliar o envolvimento deles com a educação dos filhos.

Nível de engajamento das famílias

A interação entre família e escola ajuda na redução de conflitos

Se os pais e escola interagem de forma contínua e buscam resolver os problemas imediatamente, considerando sempre as causas dos conflitos e dificuldades, certamente eles encontrarão juntos as soluções que favoreçam a família, os educadores, a instituição escolar e, principalmente, os alunos. Essa é a razão de ser da parceria entre a escola e a família.

Estimular essa cultura pode ajudar a escola a melhorar os resultados. Uma boa comunicação escolar vai ajudar no crescimento da sua instituição.

Pais que enxergam os professores como aliados e professores que veem os pais como potencializadores do rendimento escolar possuem maiores possibilidades de conversar abertamente sobre os problemas dos alunos.

Fica mais simples identificar deficiências de aprendizagem e reprogramar o processo de ensino de maneira personalizada e eficaz. Vale destacar que o contexto de comunicação ativa, frequente, sensata e sincera é muito importante quando se trata de educação.

A parceria entre família e escola traz impactos positivos não só para a vida e formação do aluno, como também vivifica a escola. Reuniões de conselho, apresentações de trabalhos abertas à família, deliberações coletivas, festinhas, eventos na comunidade, voluntariado dos pais e muitas outras ações resultantes da união de forças entre a família e a instituição escolar tornam o espaço mais útil e dinâmico.

Se comunique com as famílias abordando assuntos importantes

Usar a Agenda Digital e as reuniões para abordar assuntos altamente relevantes também pode valer muito a pena.

Assim, as famílias podem ser conscientizadas sobre assuntos importantes.

Um dos assuntos mais delicados pode ser o bullying.

Os agressores, normalmente, são as crianças ou jovens que têm relações familiares complicadas, e costumam ser aqueles que têm as piores notas.

Logo, a escola pode fazer muita coisa a fim de evitar este mau. Mas o protagonismo continua sendo das famílias.

É impossível fazer com que todas tenham em casa os valores com os quais sonhamos, mas podemos estimular e buscar conscientizar sobre o problema.

Você pode saber mais sobre como lidar com o bullying lendo este artigo.

Como o uso de um aplicativo escolar pode melhorar o relacionamento entre pais e escola?

Por que a parceria entre pais e escola interfere tanto no aprendizado?

As interações diárias entre pais e filhos, os hobbies e as atividades recreativas que a família desfruta potencializam o aprendizado dos estudantes.

O uso do tempo é um aspecto muito importante no lar dos alunos que têm ótimo rendimento escolar. Em famílias assim, as crianças consolidaram o hábito da leitura e também praticam jogos que estimulam a mente.

Alunos que utilizam ao menos 20 horas por semana, fora do ambiente escolar, em atividades de desenvolvimento da aprendizagem são os que atingem a excelência. Essas atividades podem ser de música, leitura, escrita, visitas a museus, entre outras.

Quando a família estimula um tempo diário de estudo para as crianças, fazendo com que os estudantes procurem aprender não somente em sala de aula, os resultados mudam. O ato de aprender torna-se natural e até mesmo prazeroso.

Manter um horário fixo todo os dias para comer, dormir, estudar e ler estabelecerá um ritmo produtivo para as crianças. Além disso, precisam de um ambiente bem iluminado e tranquilo para estudar.

A parceria funciona melhor quando os pais são bem orientados

Não basta dizer a um pai que o seu filho não está aprendendo, não está prestando atenção nas aulas e não está ajudando nas atividades. O pai precisa saber como pode intervir e o que deve fazer para ajudar a solucionar o problema.

Além disso, os direitos e deveres da família e da escola devem estar claramente definidos. Afinal, a professora nunca deve ocupar o papel dos pais na vida do aluno. Cada um tem suas funções na educação e essas funções são complementares.

Aproveite a presença dos pais na escola nas reuniões (Veja aqui como realizar reuniões que encantem os pais) e demais eventos para conscientizá-los dessa importância. É necessário deixar claro que a escola não está transferindo responsabilidades. E que está apenas criando o senso de parceria que é fundamental para a existência de bons resultados.

Na comunicação via aplicativo e redes sociais, aproveite também para mostrar como o incentivo deles é importante para que os estudantes atinjam a excelência. Em outras palavras, o melhor caminho é seguir juntos de mãos dadas, como bem dizia Carlos Drummond de Andrade.

Parceria entre pais e alunos

Sua escola atua para fortalecer a parceria com os pais?

Pais que procuram a parceria e atuar em consonância com a instituição são os pais dos sonhos de todo professor, coordenador ou gestor escolar. No entanto, para sermos realistas, nem todos terão essa natureza.

Agora, quando a escola se posiciona da forma certa e age para criar o engajamento, ela vai ganhar mais aliados. Ter um canal de comunicação eficiente com os responsáveis pode ajudar muito. Isso é algo que a tecnologia permite, e seu uso inteligente pode melhorar muito os resultados. Neste artigo, citamos 41 razões porque as escolas estão abandonando as agendas de papel para usarem aplicativos escolares.

Este Ebook também pode te ensinar como usar a tecnologia focando a mudança no relacionamento com pais e alunos.

Se a escola consegue a participação ativa dos pais na educação dos filhos, a chance de atingir seus objetivos fica muito maior.

Preparar os alunos para as provas ou para a vida?

Aproveite o encontro com os responsáveis para discutir as metodologias da sua escola. Por exemplo, sua escola prepara os alunos para as provas ou para a vida?

A educação está ficando cada vez mais voltada ao desenvolvimento de habilidades, ao invés de ficar focada apenas no resultado em testes padronizados.

O foco das famílias é realmente fazer com que o aluno passe na melhor universidade? Ou o sonho é que se ele se torne o melhor profissional possível, independente da área?

Neste artigo, discutimos isso mais a fundo, confira aqui.

Guia para Engajar os Pais na Educação dos Filhos

Veja também

Pais na escola: 5 dicas para aproximá-los e melhorar resultados

6 cuidados para uma comunicação eficaz entre professores e alunos

Como lidar com um aluno indisciplinado com a ajuda dos pais?

E então, disposto a firmar parcerias sólidas com os pais dos seus alunos? Você já trabalha baseando-se nesse princípio? Compartilhe suas opiniões e experiências conosco através dos comentários.