8 Livros Essenciais Para te Ajudar a Potencializar o Aprendizado dos Alunos

Posted by: Escola em Movimento
Category: Comunicação Escolar
Livros para potencializar aprendizado dos alunos

Sabemos que os livros podem ser uma grande fonte de aprendizado dos alunos e também para qualquer pessoa que deseja evoluir.

Há livros focados para quem quer atuar no mercado financeiro, quem quer se especializar em cozinhar, quem quer saber tudo sobre design, ou qualquer outra coisa.

A infinidade de conteúdos existente permite nosso aperfeiçoamento constante, podemos com os livros aprender com os melhores em cada área.

Já para os educadores, que para muitos têm a função social mais importante entre todas as profissões, quais livros podem ajudar?

Certamente, muitos. Mas, neste post, reunimos algumas dicas de livros que trazem ensinamentos valiosos para potencializar o aprendizado dos alunos. Nem todos têm o mesmo propósito, mas eles ajudam a entender o funcionamento da mente, a criação de hábitos e a melhorar o relacionamento com os estudantes e responsáveis.

Estas obras, além de te ajudarem a melhorar os resultados, trarão informações relevantes para aumentar também a sua qualidade de vida.

Se você quiser sugerir outro título, pode nos escrever também na caixa de comentários. Vamos às dicas!

1 – O Poder do Hábito

Todos sabemos que para um aluno ter sucesso precisa ter bons hábitos. Os hábitos da leitura, de uma boa alimentação, de um equilíbrio entre atividades de lazer e de estudo, de prática de exercícios físicos, todos estes são bastante positivos.

E em que a escola e os educadores podem ajudar na construção destes bons hábitos? Se existe um livro para ajudar nisso, definitivamente não há um outro melhor que o Poder do Hábito.

O autor Charles Duhigg, ex-repórter do New York Times, explica que o loop do hábito, um padrão neurológico que governa qualquer hábito, consiste em três elementos: uma deixa, uma rotina e uma recompensa.

Compreender bem esses componentes ajuda a mudar os maus hábitos e formar os bons.

Entre algumas histórias, o autor cita como o nadador olímpico Michael Phelps, o diretor executivo da Starbucks, Howard Schultz, e o grande líder Martin Luther King desenvolveram hábitos que os ajudaram a ter sucesso.

Uma das histórias interessantes do livro é a que conta como os americanos criaram o hábito de usarem creme dental para escovarem os dentes. Até 1900, apenas 7% dos americanos tinham este hábito, e em 10 anos, passou para 65%, com uma mudança na estratégia de marketing adotada pela indústria de creme dental.

A estratégia usada para alavancar as vendas da Pepsodent foi reforçar a ideia de que o produto iria deixar os dentes mais brancos e bonitos, ao invés de focar na redução do número de cáries. Para isso, colocaram na fórmula do produto uma substância com menta, que dava a sensação de frescor no hálito.

Isso não mudava em nada a eficácia do produto, apenas mudava a sensação de quem usava o produto. Era a recompensa pela rotina criada. E foi o que transformou uma indústria.

Entender a ciência por trás dos hábitos vão ajudar educadores a instruírem melhor os alunos. É um livro certamente interessante para entender por que fazemos o que fazemos.

Veja o resumo animado do livro 

2 – Quem Ama, Educa

O livro de Içami Tiba é o maior bestseller de educação do Brasil e não é à toa. O livro busca instruir os educadores a não mais seguir o padrão dos nossos pais, e quebrar os velhos modelos.

Assim, os educadores do século XXI precisam absorver o novo ritmo da geração digital dos jovens, que está mergulhada em vários estímulos tecnológicos.

O objetivo do livro é ajudar educadores e pais a formarem cidadãos éticos e felizes. Com isso, a obra enfatiza a responsabilidade das famílias na educação dos filhos, que hoje é atribuída à escola.

Mesmo com o foco sendo as famílias, o livro traz conceitos importantes até para as escolas serem capazes de se comunicarem com os pais de forma eficaz. E, além disso, ser capaz de sensibilizá-los a cumprirem bem seus papéis.

3 – Como fazer amigos e influenciar pessoas

Esta obra, de Dale Carnegie, já vendeu mais de 50 milhões de cópias e não por acaso continua sendo atual, mesmo sendo publicada em 1936. O livro é um verdadeiro guia para todo tipo de relacionamento, seja no âmbito profissional ou pessoal.

Em uma escola, os relacionamentos são diversos e têm muitas particularidades. Lidar com os colegas colaboradores, com os alunos e pais requer habilidades de convivência.

O livro traz ensinamentos poderosos. Os conselhos são diretos e podem ajudar a melhorar qualquer tipo de relacionamento.

Sabemos que a rotina na escola envolve situações não tão fáceis de lidar, como por exemplo se relacionar com um aluno indisciplinado. Às vezes, não é fácil se comunicar com a família nestes casos e ajudar o estudante a progredir no comportamento.

Os ensinamentos do livro ensinam a desarmarmos os outros procurando ver neles comportamentos positivos, sempre deixando as críticas de lado.

Segundo o autor, culpas e críticas não levam a lugar nenhum. Quem normalmente as recebe, pensa em se justificar e também em condenar o mensageiro. O autor traz uma passagem do ex-presidente Benjamim Franklin, que responde o segredo do sucesso com a seguinte frase:

“Não falarei mal de nenhum homem, apenas falarei tudo de bom que souber de cada pessoa”. O autor mostra como incentivar, elogiar e apreciar o que o outro tem de bom ajuda o outro a se desenvolver.

E salienta também que assim pode despertar nos outros o interesse por si mesmo. Um professor que seguir essas dicas tende a ser respeitado e querido em sala de aula, e uma escola com esses hábitos institucionalizados vai ter resultados muito melhores.

Os ensinamentos da obra podem também ser repassado aos alunos, para um melhor ambiente de convívio.

Como fazer amigos e influenciar pessoas pode ser também um manual para conquistar confiança dos alunos e ajudá-los a se desenvolverem.

Veja o resumo animado do livro 

Guia para Engajar os Pais na Educação dos Filhos

4 – Mindset

Você sabe o que significa Mindset? Sua tradução seria “Mentalidade” ou “Atitude mental”. A expert em motivação e psicologia da personalidade Carol Dweck, professora de psicologia na Universidade de Stanford, desenvolveu, em duas décadas de pesquisa, uma tese de que o sucesso passa pela atitude mental.

A forma como encaramos a vida é crucial para termos ou não sucesso. Ela aborda que o mindset não é um mero traço de personalidade, é a explicação se somos bem-sucedidos ou não, otimistas ou pessimistas.

Com uma abordagem e linguagem simples, a autora traz o resultado do seu estudo de uma maneira bastante clara.

Você nasceu com o aptidão para a música? Para o esporte? Para a ciência? Tem dificuldades com a matemática? A autora explica que são dois os tipos de mentalidade: a fixa e a progressiva.

O pensamento fixo é aquele que não vislumbra o crescimento, porque aceita que seu potencial é esse mesmo, e nasceu assim.

O mindset progressivo é aquele que entende que com esforço e dedicação é possível atingir novos patamares em diversas áreas. É a pessoa que mesmo não sendo hoje boa em determinada habilidade, entende que dedicando esforços à evolução a melhora é questão de tempo.

Independente do fracasso, as pessoas com mindset progressivo acreditam que com trabalho duro podem conseguir qualquer coisa.

Ela usa o exemplo de esportistas de sucesso, que provaram que o treino supera o talento, e que alcançaram o topo com muito trabalho e esforço. O seu estudo conclui que não vale a pena ter medo e vergonha de fracassar, e que é necessário se dedicar mais, tendo sempre uma atitude positiva diante dos desafios.

Este livro pode te ajudar a desenvolver habilidades nos estudantes e fazerem ter uma atitude mental correta perante aos desafios. Trazer histórias do livro para sala de aula também pode ser algo bastante válido.

Os casos podem ser bastante inspiradores para que os alunos se desafiem e consigam se aprimorar e, assim, possam aprender mais a cada dia, mesmo fora da escola.

8 livros essenciais para te ajudar a potencializar o aprendizado dos alunos

Resumo animado do livro Como fazer amigos e influenciar pessoas

5 – Pais Brilhantes, Professores Fascinantes

O psiquiatra Augusto Cury é o autor brasileiro mais lido das duas últimas décadas. Neste livro, ele fala tanto para os pais como para os professores e educadores.

Ele pede aos professores que tenham paciência com os alunos, que na visão dele não são culpados pelas suas agressividades e agitação em sala de aula.

Os bons professores são os que possuem sensibilidade para contribuir para que os estudantes desenvolvam sua autoestima e inteligência emocional. O professor deve, além do conteúdo didático, contar a sua trajetória de vida, transmitir suas experiências.

Cury também estimula os educadores a não corrigirem publicamente, a não serem excessivamente críticos e nem colocar limites sem explicações.

A obra de Cury pode ajudar os profissionais da escola – a quem ele mesmo caracteriza como os mais importantes da sociedade – a se sentirem mais confortáveis e felizes na profissão, apesar dos desafios.

Com um bom relacionamento entre todos na escola, fica mais fácil criar um ambiente de alta aprendizagem entre os estudantes.

6 – Rápido e devagar

O autor do livro, Daniel Kahneman, é ganhador do Prêmio Nobel de Economia e é visto como um dos mais importantes pensadores do século XXI. Na obra Rápido e devagar, duas formas de pensar, ele coloca em xeque que as decisões que tomamos são essencialmente racionais.

Suas ideias tiveram impacto em várias áreas, como economia, psicologia, medicina e política. Usá-las na educação pode nos ajudar a ter reações melhores aos milhares de estímulos que recebemos todos os dias.

No livro, o autor demonstra vários exercícios de lógica e raciocínio para explicar o funcionamento da mente, que podem também ser usados em sala de aula.

O autor expõe que o pensamento humano se divide em dois tipos: um rápido, intuitivo e emocional. O outro, é mais lento, elaborado e lógico. Explica como a mente tem capacidades extraordinárias do pensamento rápido e revela o peso das intuições no processo de tomada de decisões. E que nem sempre podem ser as mais adequadas.

Kahneman traz técnicas poderosas para nos protegermos de falhas mentais. O livro, de certa forma, é um pouco pesado, por isso pode não ser atraente para os alunos. Mas pode ajudar a desenvolver o raciocínio deles, se as informações trazidas no livro forem bem usadas pelos educadores.

Como conclusão a partir do livro, as instituições de ensino podem educar os alunos a serem pensadores disciplinados, a entenderem melhor a tomada de decisões, os princípios de probabilidades e as estatísticas.

Resumo animado Rápido e devagar

7 – Neurociência e Educação: Como o Cérebro Aprende

Entre todos os livros citados, esta obra de Ramon Cosenza e Leonor Guerra é a mais focada na aprendizagem.

O cérebro é responsável pela forma como processamos as informações e armazenamos o conhecimento. Compreender o funcionamento e as estratégias que favorecem o aprendizado é algo de total interesse dos educadores, e o livro pode ajudar muito nisso.

Incluindo professores, pais e todos os envolvidos na educação. O livro traz, em uma linguagem simples e clara, uma fonte segura de fundamentos neurocientíficos do processo de ensino-aprendizagem que podem auxiliar todos os envolvidos nessa atividade a entender o sucesso ou o fracasso de muitas estratégias pedagógicas.

Entender o aspecto neurológico pode levar as suas estratégias de ensino além.


8 – O Monge e o Executivo

No ambiente escolar, o que seria um líder? O gestor escolar seria o líder dos rumos da escola. O coordenador é um líder entre os professores, articulando a teoria e a prática com os docentes. Já estes, são os líderes em sala de aula, os que são a referência de aprendizado dos alunos.

São vários os papéis de liderança exercidos dentro da escola, mas às vezes isso é ignorado. O livro O Monge e o Executivo, de James C. Hunter, é um clássico sobre o que é ser um verdadeiro líder.

Na obra, o autor conta a história de Leonard Hoffman, um famoso empresário que abandonou sua brilhante carreira para se tornar monge em um mosteiro beneditino, ensinando de forma clara os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes.

Como o principal ensinamento, que para liderar é necessário servir. A autoridade se estabelecer em servir aos outros e se sacrificar por eles.

O livro pode dar insights para fazer com que os liderados deem o melhor de sim e exista um melhor relacionamento entre eles e o líder.

Admite que tem um importante papel de líder? Deseja estabelecer um melhor relacionamento e confiança em suas relações? Certamente este livro é altamente recomendável. Explore todo o seu potencial de liderança.

Veja o resumo animado do livro

Temos também um artigo para te ajudar a enfrentar a dificuldade de aprendizagem. Confira as melhores técnicas!

PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...