Como professores podem se comunicar melhor com alunos?

Escola em Movimento > Blog > Comunicação Escolar > Como professores podem se comunicar melhor com alunos?

Como professores podem se comunicar melhor com alunos?

Postado por: admin
Categoria: Comunicação Escolar
Como professores podem se comunicar melhor com alunos?

Não é de hoje que a questão da indisciplina na sala de aula vem atormentando professores, coordenadores, diretores e pais. Alunos dispersos, desinteressados, faltando com o respeito, tanto com os seus colegas, quanto com os seus docentes.

Qual a razão dessa relação atabalhoada e truncada entre professores e alunos?

Por que tanto desinteresse e descaso para com aquilo que é transmitido e, principalmente, construído no espaço escolar?

O que falta — em docentes e discentes — para que essa relação possa tornar-se harmoniosa, respeitosa e, principalmente, que o interesse e a motivação possam surgir de ambos os lados?

Como professores podem se comunicar melhor com alunos?
Professores podem se comunicar melhor com alunos falando a língua deles. Foto: Reprodução.

As variáveis para essas questões são infinitas mas, seguramente, existe um fator primordial para que ela se transforme: o diálogo. Então, confira no post de hoje algumas soluções práticas e reais que te ajudarão a se comunicar melhor com alunos. Confira!

Motivação em primeiro lugar para se  comunicar melhor com alunos

Pense naquilo que você menos gosta de fazer na sua semana. Ir ao mercado? Ficar no trânsito? Ter que fazer uma social numa sexta à noite quando você queria mais era estar em casa? Escrever relatórios? Preencher planilhas?

Agora pense como seria diferente se todas essas coisas que você não gosta de fazer fossem lhe apresentadas de uma maneira interessante, dinâmica e, principalmente, se a tarefa fosse mediada por alguém que realmente acredita (e gosta) do que faz.

E além, que acredita que você, mais do que ninguém, consegue realizá-la de um jeito tão incrível que nem você mesmo imaginaria!

Pois é assim que deveria funcionar a relação dos alunos e dos professores. É justamente assim que as tarefas deveriam ser apresentadas aos estudantes.

Busque alternativas na hora de elaborar a atividade! Faça uma votação para que os alunos escolham qual tipo de tarefa desejam realizar primeiro, e de que maneira; use e abuse do universo deles, incluindo músicas, séries, livros, redes sociais.

Dessa forma, eles sentem que você se preocupa em construir algo que seja do interesse deles e, com certeza, se não se empenharem tanto quanto você gostaria, ao menos não irão desistir logo nos primeiros cinco minutos.

Liberdade: uma via de mão dupla

Ao propor e realizar as tarefas, dê aos seus alunos um voto de confiança! Mostre para eles que, se houver cooperação, respeito e ajuda mútua, as coisas irão fluir com maior facilidade e não haverá a necessidade de sermões, broncas e desgastes para ambos os lados.

Deixe claro que você confia neles, que eles têm qualidades e competências que merecem ser exploradas e desenvolvidas, mas que isso só ocorrerá se todos colaborarem.

Quanto maior a confiança, maior a liberdade e, consequentemente, maior o respeito e a dedicação.

Uma ação leva sempre a uma reação e, se seus alunos perceberem que você lhes dá confiança e autonomia (sem perder o respeito, claro), eles começarão a se policiar e a se dedicar mais. Isso será algo natural e prazeroso para eles, tanto como grupo, quanto como sujeitos que estão descobrindo seus talentos, suas qualidades e, melhor do que isso, que estão descobrindo como superá-las e aprimorá-las a cada dia.

Falando a língua de quem?

Invista nas novas tecnologias! Eles são fascinados por isso e, com certeza, reconhecerão a sua atitude de aproximar-se desse novo mundo!

Uma dica muito boa para manter contato com os alunos é valer-se de aplicativos e plataformas que podem ser acessadas de diferentes dispositivos: do celular, do computador, do tablet, enfim, as possibilidades são infinitas e você consegue controlar quem entrou, quando entrou,além de acabar com aquela desculpinha de que eles não conseguiram anotar a tarefa ou perderam a agenda;

A Escola em Movimento é uma ótima alternativa, pois possibilita a troca de mensagens e documentos em tempo real, tanto com os alunos, quanto com os pais, pois pode ser integrada aos sistemas de gestão e cadastro utilizado pela própria escola.

Além disso, você pode colocar os alunos para trabalharem na personalização da plataforma: criando o logo, os grupos de acesso.

Somente com a real interação entre escola, família e alunos, é que se conseguirá um verdadeiro diálogo, abrindo portas para a realização e a conquista de atividades incríveis!