Marketing Educacional: Eleve o nível da sua escola

Marketing Educacional: Eleve o nível da sua escola

Posted by: admin
Category: Comunicação Escolar

Sua escola sempre precisou atrair mais alunos e também manter a fidelidade das famílias. No entanto, a dinâmica sobre como fazer isso vem mudando bastante nos últimos anos.

As novas tecnologias surgem a cada dia e, com isso, as mudanças em todas as áreas ocorrem em um ritmo mais acelerado.

Faça uma retrospectiva do impacto que o smartphone foi tendo em sua vida, ano a ano, nesta década, e comprove esta tese.

Pouco a pouco já não ligávamos mais para táxis (usando Apps de Mobilidade como Uber), já não precisávamos mais procurar por endereços (Usando o Waze), entre outros tantos novos hábitos.

É ilusão pensar que a forma como as famílias procuram a sua escola também não mudou. Ainda mais nas cidades maiores.

Aline Prado, Market Insights Lead for Travel no Google Brasil, resume:

“”Estamos vivendo a Era da Assistência. Os smartphones se tornaram verdadeiros assistentes pessoais e, com isso, as expectativas dos consumidores em relação ao que as marcas oferecem ficam cada vez mais altas.”

Em sua escola, não é diferente. O Marketing Educacional mudou, ainda vai mudar muito, e neste artigo discutimos alguns tópicos que consideramos serem relevantes.

O que é o Marketing Educacional?

Marketing Educacional é o uso de estratégias e táticas mercadológicas e de comunicação para atração, retenção e fidelização de clientes.

Pela peculiaridade da educação, o termo foi criado para discutir as melhores estratégias e ações para este setor.

O marketing para instituições de ensino envolve a identificação do mercado alvo, quais são os serviços prioritários, como a escola deseja se posicionar e quais canais de tração de clientes irá usar.

Que imagem a sua escola deseja passar?

Ela quer ser conhecida por quais características?

Quando as famílias responderem à pergunta: “Por que você escolheu esta escola para o seu filho”, o que gostaria que respondessem?

Vão dizer que é pelo fato de ser a mais próxima de sua residência?

Vão dizer que escolheram sua instituição de ensino pelo histórico de grandes alunos que ela formou?

Vão falar que optaram pela excelente estrutura?

Planeje o marketing da sua escola, e entenda o principal valor que possui. Só assim poderá identificar o que pode ser comunicado.

Tenha isso registrado, porque a comunicação que terá em todos os seus canais devem refletir os seus principais valores.

Efetividade do Marketing
Quais são os seus valores?

Philip Kotler, considerado o pai do marketing, define que o termo é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro.

O marketing identifica necessidades e desejos não realizados. Define, mede e quantifica o tamanho do mercado identificado e o potencial de lucro.

Essa é uma definição geral de marketing, e trazendo o conceito do especialista para a educação, podemos concluir que um bom marketing requer planejamento.

Para um planejamento acurado, é importante conhecer o perfil das famílias/alunos e também do mercado.

Pense então sobre a sua missão, seus valores, sua visão e a essência da sua escola.

Em que ela se difere das outras?

Qual a maior missão da instituição?

Ter essa mentalidade estratégica vai fortalecer a cultura interna.

No momento em que contratar novos colaboradores, vai selecionar determinados perfis de profissionais alinhados ao seu objetivo.

Philip Kotler, considerado o pai do marketing, define que o termo é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro.

O marketing identifica necessidades e desejos não realizados. Define, mede e quantifica o tamanho do mercado identificado e o potencial de lucro.

Quais são os seus canais de tração de clientes?

O Marketing Educacional da sua escola utiliza quais canais para atrair novos alunos?

Anuncia no Google?

Usa as mídias sociais?

Divulga a marca em alguma mídia de TV ou rádio?

Não usa nenhuma dessas estratégias?

Se soubéssemos dizer qual canal é o mais efetivo do mercado educacional, tudo seria mais fácil.

A escolha do melhor canal envolve testes e análise dos dados.

Por isso, uma pergunta é essencial que seja feita no momento da matrícula:

Por qual razão a sua escola foi a escolhida?

Ter dados consolidados sobre essas respostas vai te ajudar a entender como atender as expectativas das famílias. E também vai te ajudar a direcionar os esforços – e recursos – para os canais mais eficazes.

Então, basicamente, é necessário saber quais são os canais de clientes e medir a eficácia de cada um deles.

“Purple Cow”: O elemento para agregar ao seu marketing educacional

Seth Godin, uma das maiores referências em marketing do mundo, em seu livro Purple Cow: Transform Your Business by Being Remarkable (Vaca Roxa: Transforme seu negócio sendo notável) traz a ideia de que para ser notado é necessário fazer coisas diferentes.

Se você faz o que todo mundo faz, não irá gerar nas pessoas a vontade de falar sobre você. Afinal, sua instituição é apenas mais uma.

Em sua obra, Seth diz que as empresas ou pessoas que usarem a técnica devem focar em despertar o Otaku.

Otaku é uma palavra japonesa que significa um desejo imenso em fazer algo.

Em outras palavras, criar o desejo em seu público de se conectar com os serviços da sua instituição.

Alguns exemplos de empresas que conseguem fazer isso:

Startbucks: Quando se pensa em café, se lembra de Starbucks.

Amazon: Entrega sem custo e seleção rigorosa dá uma vantagem incomum à empresa.

Uma abordagem interessante trazida por Godin é que ser notável não é ser o oposto de ruim ou medíocre.

Logo, o oposto de algo notável é algo muito bom. Curioso, não é?

Exemplificando, se você viaja em uma companhia que oferece conforto, como normalmente é o que experimenta, você não vai ter nenhuma sensação positiva a ponto de falar da marca com alguém.

No entanto, se durante a viagem a companhia oferece algum brinde inusitado, é bem provável que isso seja motivo de você compartilhar a experiência com alguém, ou até mesmo nas redes sociais.

Neste ótimo artigo feito pela Rock Content você pode saber mais sobre a obra de Seth Godin.

A princípio, a sua impressão pode ser que seja difícil aplicar as regras e dicas de Seth ao ramo educacional.

No entanto, várias oportunidades podem ser vislumbradas para que a sua escola consiga se destacar perante às outras.

Ter essa obsessão por surpreender as famílias positivamente pode te dar insights que até então não tinham importância em sua cultura institucional.

Como por exemplo aproveitar a reunião de pais para uma apresentação surpresa das crianças.

Oferecer às famílias a oportunidade de participarem mais ativamente da vida escolar vai ser sempre algo benéfico, sob todas as perspectivas.

Aspas Seth Godin O Marketing Digital para escolas

É impossível dissociar o marketing do ambiente digital, atualmente, pelo tempo que as pessoas passam em smartphones e computadores.

Se a atenção das pessoas está nesses dispositivos, naturalmente as escolas devem se adaptar a esta realidade.

Há inúmeras formas de se fazer isso.

Uma das estratégias de marketing digital mais conhecidas é o Inbound Marketing (ou Marketing de Conteúdo), que explicando resumidamente consiste em produzir conteúdo relevante para o seu público com o intuito de ganhar a sua atenção.

Essa estratégia é atraente por várias razões.

Por atrair pessoas interessadas pelo seu negócio, por te ajudar a construir relacionamentos com ela, e por ter a possibilidade de educar indivíduos a crescerem por meio do seu produto ou serviço.

No caso de uma escola, então, uma boa estratégia de produção de conteúdos relevantes pode ajudar a fortalecer a parceria com as famílias.

Pode também fazer sua escola ter uma enorme presença no meio digital. No entanto, nos moldes tradicionais e para escolas de pequeno e médio porte, a estratégia ainda não é tão usada pela dificuldade de escalabilidade.

Afinal, uma pessoa que mora no Rio de Janeiro não vai querer estudar em uma de São Paulo mesmo consumindo seus conteúdos.

Por uma instituição que oferece ensino à distância, ou cursos online, este método de marketing faz muito mais sentido e já é amplamente usado.

Se a sua escola deseja aparecer no Google, é importante ter uma conta no Google Meu Negócio, ter um bom site onde seus principais valores estão bem comunicados.

Investir no Google Adwords também pode valer a pena, especialmente nas grandes cidades onde há uma competitividade maior.

Segundo o Uber Suggest, ferramenta gratuita de análise de palavras chave, para uma pesquisa “Melhor Escola de SP“, o custo por cada clique pode chegar a R$6,62 (este valor é variável), usando o Adwords.

Métricas de pesquisa orgânica Em relação às redes sociais, o bom uso dela vai favorecer também o marketing educacional. Atualmente, o Instagram é o que permite o maior engajamento.

Métricas de engajamento do Instagram Por isso é essencial ter a ajuda de um especialista em comunicação e marketing para ajudar a sua escola a se posicionar bem e comunicar bem o que faz de melhor.

Criando bons conteúdos, conhecendo a fundo o perfil das famílias, fica mais fácil realizar uma comunicação eficiente em cada um dos canais.

Seja rede social, email marketing, e no próprio dia a dia com a escola usando uma Agenda Digital.

Pense na segmentação do seu público

Um dos fatores mais importantes para um bom marketing educacional é a segmentação do público.

E no caso de uma escola particular, há uma peculiaridade interessante em relação aos outros tipos de empresa.

O cliente não é o principal beneficiário do serviço. Seus filhos são. Logo, há uma dificuldade maior em se alinhar expectativas, o que hoje é facilitado pela tecnologia, que permite uma comunicação maior entre os pais e a instituição.

Um dos principais fatores de segmentação para uma escola tradicional, sem dúvidas, é a localização. No caso de anúncios pagos digitalmente, por exemplo, você também tem essa possibilidade de direcionar os anúncios para as regiões mais estratégicas.

Analise também o contexto da sua região/cidade, e testes alguns canais de divulgação, e se esforce para medir a efetividade de cada um deles.

Com pesquisas, você também pode conhecer melhor o perfil das famílias e atrair potenciais alunos. Identificando o poder aquisitivo médio, os principais objetivos que têm e com isso ter uma estratégia de comunicação mais eficaz.

Um bom marketing é aquele que educa

Se a sua escola quer mesmo ter um bom marketing, precisa também ter uma boa comunicação com os pais.

Diversos estudos comprovam que o envolvimento e o interesse das famílias pela vida escolar dos estudantes faz toda a diferença.

Entre todas as ferramentas de comunicação, a que permite um nível de engajamento mais alto, são as Agendas Digitais.

Isso porque com este tipo de dispositivo o família recebe a notificação no smartphone, o que faz com que a taxa de leitura seja muito maior que das demais mídias (redes sociais, email marketing, etc).

Logo, utilize o potencial da tecnologia para enviar conteúdos que vão promover uma boa parceria.

Além de disponibilizar canais de atendimento, para que as famílias sempre entre em contato, procure estimular o relacionamento.

E acima de tudo, a conscientizar ao papel imprescindível que eles têm no desenvolvimento educacional dos estudantes.

Um bom marketing educacional não tem a ver apenas com retenção e atração de alunos. Ele está diretamente relacionado aos bons resultados da sua escola

O storytelling: se destaque contando boas histórias

Storytelling é a capacidade de contar histórias relevantes. Provavelmente, não há algum outro tipo de negócio capaz de criar e oferecer tantas histórias como uma escola.

No entanto, muitas vezes as instituições de ensino não se dão conta disso.

O poder ao contar histórias está em poder estabelecer conexões reais com o público.

Todos prestam mais atenção em algo quando se trata de uma história.

Pense sobre todas as propagandas que você já assistiu. Provavelmente, não se lembra da maioria. Mas algumas delas conseguiram criar uma conexão mais forte, por meio de uma boa história, e você consegue se recordar.

As boas histórias são o que marcam na comunicação. No fundo, quando você se comunica com os pais em sua escola, seu objetivo é gerar mais valor.

Quando você envia um comunicado falando de forma genérica sobre o que fez de bom, isto tende a funcionar para uns. Agora, quando conta uma boa e envolvente história, o efeito é maior e mais amplo.

Saiba mais sobre como usar o Storytelling na escola lendo este nosso artigo.

Conclusão

Neste artigo, discutimos alguns dos principais tópicos que acreditamos serem úteis para ajudar a sua escola ter uma boa estratégia de marketing educacional.

Sabemos que a realidade das escolas é distinta. Nem todas têm recursos para ter uma equipe de marketing ou contratar uma agência que ajude a executar a estratégia.

Recomendamos fortemente que sua escola tenha boas ferramentas de comunicação, tenha bem definida uma estratégia de posicionamento e meça a eficácia dos canais de tração de alunos.

Procurar se comunicar bem com as famílias vai ajudar não somente na retenção, como a fortalecer a marca da sua escola. E os benefícios disso são numerosos.

E você, o que já pode aprender sobre marketing educacional?

Gostou dos tópicos apresentados?

Dê sua opinião!